Como evitar golpes no whatsapp?

Se você é um dos milhões de brasileiros que tem um celular, deve querer saber como evitar riscos no WhatsApp. Afinal, a plataforma de mensagens é um dos principais meios de propagação de golpes atualmente.

Seja por meio de um vírus, seja por meio de um aplicativo espião ou outro tipo de fraude, o WhatsApp é uma porta de entrada para hackers maliciosos que querem se apossar das suas informações.

Quer saber como evitar riscos no WhatsApp e proteger seus dados? Então siga a leitura do artigo abaixo!

como evitar golpes no whatsapp
como evitar golpes no whatsapp

1. Apague conversas antigas para evitar riscos no WhatsApp

Hoje em dia, a maior parte dos mecanismos de segurança são extremamente bem feitos e com pouquíssimas falhas. No entanto, muitos golpes no whatsapp ainda seguem acontecendo. Por quê?

A razão disso é um aspecto incontrolável em todo sistema de segurança: o elemento humano.

É impossível que um sistema seja 100% seguro porque ele sempre dependerá de um humano e nós somos falhos e enganáveis. Por isso, é essencial tentar limitar ao máximo as oportunidades para que os elementos humanos do seu sistema de segurança sejam corrompidos

Uma maneira fácil disso é deletar conversas antigas que você trocou no WhatsApp. Isso ajuda a evitar que algum criminoso possa invadir seu WhatsApp e usar as conversas antigas como comprovante da sua identidade, enganando seus amigos.

Esse tipo de ação é muito comum especialmente no famoso golpe de pedir por dinheiro para um amigo. O criminoso lê algumas conversas, vê algumas informações sobre a pessoa e usa esses dados para “comprovar” a identidade e então pedir por dinheiro.

2. Use a verificação de duas etapas para se proteger

A verificação de duas etapas é um elemento importantíssimo da proteção do WhatsApp contra invasões de estranhos. No entanto, são poucos os usuários do mensageiro que utilizam esse recurso.

Não é à toa, portanto, que tanta gente fica vulnerável em relação ao WhatsApp e cai em golpes de criminosos.
A verificação de duas etapas impede que o seu WhatsApp seja invadido por quem não tem a senha determinada por você. Assim, por mais que os hackers tentem, será muito difícil entrar no seu mensageiro.

O que eles tentam, no entanto, é driblar a verificação em duas etapas enganando o aspecto humano do sistema. No caso, você.

É por isso que tantos golpes pedem que você mencione o código de verificação recebido por SMS. Pois o sistema usa esse código para verificar essa identidade.

Os hackers, então, ligam para você ou entram em contato para pedir o código dizendo que são de algum consultório médico ou outro tipo de empresa. Sem atenção, você acaba concedendo a chave para que a pessoa invada o seu WhatsApp.

Por isso, além de ter a verificação em duas etapas, nunca revele nenhum código de verificação para qualquer pessoa que você não conheça.

3. Não clique em links desconhecidos para evitar problemas

Uma outra estratégia dos hackers é tentar instalar um aplicativo espião para hackear WhatsApp. Isso é feito por via de links maliciosos compartilhados em grupos pelo aplicativo.

Quando você clica em um desses links, acaba baixando um arquivo malicioso que é instalado no seu aparelho e passa a permitir que o hacker possa acessar todas as conversas, imagens, áudios e informações trocadas pelo WhatsApp.

Em alguns casos, os aplicativos de espionagem permite até mesmo saber a localização GPS, senhas bancárias e chamadas telefônicas do aparelho.

Dessa forma, é importante só clicar em um link que você pode verificar como verdadeiro. Caso o link venha escondido por um encurtador ou seja de um domínio que você não reconhece, não clique pois não se sabe o que aquilo vai instalar no seu smartphone.

4. Cuidado com promoções boas demais para não cair em golpes

Outra maneira de instalar aplicativos negativos no seu smartphone ou realizar outros golpes é por meio de promoções “incríveis” divulgadas em grupos de WhatsApp.

A lógica é simples de entender: os hackers criam algum tipo de promoção imperdivel e divulgam pelo WhatsApp. Por exemplo, eles anunciam que uma empresa de chocolates prometeu ovos de graça na Páscoa.

Então a vítima clica no link e é levada a uma página para fazer o download do aplicativo malicioso ou assinar algum pacote de serviços via SMS que será adicionado todos os meses ao seu pagamento mensal de telefonia.

5. Não use conexões compartilhadas para não ser espionado

Por fim, uma das principais formas de evitar riscos no WhatsApp é não usar redes de Wi-Fi públicas e outros tipos de conexões compartilhadas.

Isso é essencial pois é muito fácil para um hacker interceptar informações em uma rede de Wi-Fi pública. Existem programas que invadem a rede pública e interceptam todas as comunicações, enviando as informações depois para o celular ou computador do hacker.

Assim, ele pode ter acesso a tudo que você fizer na rede pública: todas as mensagens no WhatsApp, todas as fotos enviadas e recebidas, além de todas as senhas bancárias caso você as use.

Com esses cuidados que listamos você conseguirá evitar riscos no WhatsApp e poderá usar o aplicativo com mais segurança, sem ser espionado ou cair em um golpe.

Gostou das dicas? Então compartilhe-as no Facebook para que seus amigos possam se proteger também!